Textos


Impressão

 
Quero ficar em tua vida,
como uma marca definitiva.
Se eu tiver que passar por ti,
como uma leve brisa em teu jardim,
assim não quero, não aceito.
Como a tinta tinge as folhas
e nelas se escreve a história,
quero que meus olhos escrevam em teu coração
histórias de amizade e de paixão.
Como o sol aquece e alimenta a terra
e as criaturas que nela existem,
quero que meu sorriso na tristeza te aqueça
e na alegria te ilumine.
Como as estrelas adormecidas no firmamento
parecem iluminar a noite,
quero que as minhas idéias
iluminem as tuas atitudes
e não te deixem lançado à sorte.
E é assim mesmo
que eu quero ficar em sua vida...
...dando a impressão
de que nunca estive longe,
mesmo não tendo podido
estar todo o tempo perto.
Quero que tenhas a sensação
de que houve um tempo antes
e outro tempo depois que me conheceste.
Não quero ser uma lembrança,
quero ser uma parte do seu coração.
E é por isso,
que eu não quero ser uma leve brisa.
Se fechares as janelas para mim
voltarei como uma ventania,
derrubarei as tuas construções
e arrancarei as flores do teu jardim.
Seja como for,
haverás de lembrar sempre que passei por ti.
E mais!
Quero que todos que te olharem,
tenham a impressão de ver um pouco de mim...
...em ti.
Carmem L Marcos
Enviado por Carmem L Marcos em 29/02/2012
Alterado em 10/03/2012
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar: autoria de Maria Eugênia - www.mariaeugenia.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários